Rir (ainda) é o melhor remédio...

...E tristezas não pagam dívidas...e por aí fora! Como tal, é convidada(o) a desfrutar de alguns momentos de boa disposição. Divirta-se ... ... e tome um cafezinho!!!!

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

615. O terapeuta...

Uma mulher chegou a casa e disse para o marido:
- Querido, lembra-se das enxaquecas que eu costumava ter de cada vez que você queria fazer amor? Pois é! Estou curada!!!
- Não tem mais dor de cabeça?!?! perguntou espantado o marido.
- Minha amiga Margarida indicou-me um terapeuta fabuloso que me hipnotizou. O médico
disse-me para eu ir para a frente do espelho, olhar bem para mim mesma e repetir muitas vezes:

- Não tenho mais dor de cabeça.
- Não tenho mais dor de cabeça.
- Não tenho mais dor de cabeça.

Foi o que fiz e as dores de cabeça parece que desapareceram como que por milagre.
- Mas que maravilha!, disse o marido.
Então a esposa arriscou:
- Sabe, nos últimos anos você não anda muito interessado em sexo... Você podia ir a esse mesmo terapeuta e tentar ver se ele te ajuda a ter de novo interesse em fazer sexo comigo, não acha bem?
O marido concordou, marcou uma consulta e alguns dias depois estava todo fogoso para uma noite de amor com a esposa.
Então correu para casa e entrou arrancando as roupas e arrastando a esposa para o quarto. Colocou a esposa preparada e em posição na cama e disse para ela:
- Não se mova que eu já volto.
Ele foi à casa-de-banho e voltou pouco depois, saltou para a cama e fez amor de maneira muito quente e apaixonada como nunca tinha feito antes.
Admirada, a esposa falou:
- Meu querido, você foi maravilhoso!!!! Um verdadeiro garanhão como já há muito tempo eu não via!!!
O marido disse novamente para a esposa:
- Não saia dai que eu volto já, já, já.
De novo ele foi ao WC e a segunda vez foi muito melhor do que a primeira.
A mulher sentou-se na cama, exausta, com a cabeça girando em êxtase...!
O marido disse outra vez:
- Não saia daí que eu volto já...
WC de novo. Porém, desta vez, a esposa foi silenciosamente atrás dele e viu-o frente ao espelho repetindo com cadência e fervor:

- Ela não é a minha esposa.
- Ela não é a minha esposa.
- Ela não é a minha esposa.
- Ela não é a minha esposa.


Nota:
O Velório do marido realiza-se hoje pela 16h, na Igreja local…

Sem comentários: